Competências Notícias

4 habilidades para trabalhar em uma startup

Sem dress code e outras formalidades encontradas nas empresas tradicionais. Startup virou sinônimo de ambiente inovador e descontraído. Aquele espaço onde muita gente sonha em trabalhar.  

Mas já que a rotina — se é que podemos chamar assim — é tão diferente nessa proposta, quais seriam as habilidades necessárias para conquistar uma dessas vagas? 

É exatamente isso que vamos contar neste post!

Mas afinal, o que é uma startup? 

Startups são empresas iniciantes, alinhadas ao modelo digital e que trazem uma proposta inovadora. Ainda que pequenas, o destaque está na capacidade de oferecer um produto ou serviço de impacto e com grande capacidade de desenvolvimento. Por esse motivo, elas acabam despertando o olhar de investidores. 

O caráter inovador diferencia uma startup de uma pequena empresa. O Airbnb é um exemplo no setor de hotelaria.

Nesse sentido, a inovação está presente na proposta de gerar uma plataforma para que pessoas comuns pudessem abrir suas casas para receber hóspedes. Já se a ideia fosse a abertura de um hotel, esse seria um modelo tradicional de negócios. 

Para compreender melhor, vamos ver as características de uma startup: 

  • Escalável: grande possibilidade de desenvolvimento, fazendo com que seus produtos possam chegar a mais pessoas sem obrigatoriamente precisar de mais investimentos. 
  • Repetível: serviços e produtos podem ser oferecidos em grande escala, sem a necessidade de adaptações no que está sendo oferecido. 
  • Inovador: gerar soluções para demandas de modo que o diferencial gere um impacto positivo na sociedade. 
  • Incerta: como é algo inovador, torna-se incerto por não haver precedentes. 
  • Disruptivas: as startups oferecem opções diferentes do que até então é encontrado no mercado, rompendo padrões. 
  • Digital: embora contem com pontos presenciais, a maioria das startups  tem atuação digital. 

Habilidades para trabalhar em uma startup

Foto Rawpixel

A lista LinkedIn Top Startups de 2019 mostrou 25 empresas de destaque onde os brasileiros  desejam trabalhar atualmente. Nubank, Quinto Andar e MaxMilhas estão entre elas. 

Mas para que você esteja preparado para buscar uma dessas vagas, que tal dar uma olhada nas principais habilidades exigidas para as vagas? 

1. Saber como trabalhar em equipe

Uma das características de uma startup é ter uma equipe com forte espírito de colaboração. O trabalho em grupo é visto como um dos alicerces para alcançar metas e resultados positivos. 

Se você acha que ainda precisa desenvolver essa habilidade, uma boa ideia é começar a participar de projetos de extensão na sua instituição de ensino.

Em todas as atividades desenvolvidas, tente pensar em soluções que envolvam mais pessoas e como as habilidades de cada um podem contribuir para o projeto no qual estiver trabalhando. 

Uma das dificuldades encontradas no trabalho em equipe é lidar com diferentes personalidades e opiniões. Por isso, é importante manter a mente aberta para ouvir outros pontos de vista e selecionar as melhores sugestões para a equipe. 

2. Estar sempre em busca de aprendizado 

Trabalhar em uma startup exige que você esteja sempre ligado em tendências da área de atuação e disposto a aprender coisas novas. 

Com isso, você consegue trabalhar de forma ativa na busca por soluções e na inovação de serviços. Além disso, também consegue criar sua autoridade e ser uma referência para outros membros da equipe. 

3. Capacidade de adaptação 

Ter capacidade de adaptação também é uma exigência para quem deseja trabalhar em em uma startup. Seja pela cultura ou até mesmo pela rotina onde as mudanças ocorrem de forma mais rápida, o profissional precisa estar pronto para sair da zona de conforto. 

Você precisa estar apto para lidar e se adaptar rapidamente a situações novas no ambiente de trabalho. Tenha em mente que as estratégias de uma startup vai estar em uma adaptação constante. 

4. Capacidade de autogestão 

Diferentemente de empresas tradicionais, as startups não estão apegadas a muitas formalidades de empresas formais. Sem um sistema hierárquico definido, este é um espaço mais participativo, onde muitas decisões são tomadas em conjunto. 

Este tipo de gestão é conhecida como horizontal. A ideia trabalhada é a de que os funcionários podem obter resultados mais satisfatórios quando envolvidos em decisões estratégicas, ao invés de serem supervisionados por um sistema hierárquico de chefes. 

Contudo, trabalhar desta forma exige capacidade de tomar iniciativa e também de autogestão, seja para melhor aproveitamento de tempo, de recursos ou das próprias tarefas. 

Essas habilidades são conhecidas também como competências comportamentais. Hoje, elas são um grande diferencial em seleções de emprego. Apesar dessa importância, o mercado ainda tem uma grande carência de profissionais com essas características. 

Por isso, essa é uma das frentes de apoio oferecidas pela Plataforma de Carreira da CMOV. Nela você encontra testes, dicas e informações necessárias para se preparar para o mercado de trabalho de acordo com as suas necessidades.

Algumas instituições de ensino parceiras oferecem a plataforma para os alunos, mas se a sua ainda está de fora, acesse aqui e conheça nosso trabalho.

Leia também

Nenhum comentário

Deixe um comentário

Não vá ainda :)

Conheça em primeira mão os nossos artigos sobre carreira, mercado de trabalho e sucesso profissional! 
EU QUERO
Ao continuar, você está concordando com a nossa política de privacidade
close-link