carreira

Pergunte-me: 10 respostas para as dúvidas mais comuns sobre carreira

Definir uma carreira profissional é uma das mais desafiadoras etapas da vida adulta. Afinal, para muitos esse é visto como um momento decisivo, onde essa escolha vai influenciar diretamente todo o seu futuro dali em diante. Portanto, quanto mais certeza e segurança você tiver dessa escolha mais fácil será trilhar um caminho profissional de sucesso.

Claro, muitas dúvidas vão surgir pelo caminho, isso é algo normal e até saudável que haja questionamentos. Somente assim você vai conseguir chegar a uma escolha assertiva. Para ajudá-lo nesse processo preparamos um checklist com 10 respostas para as dúvidas mais comuns sobre carreira. Continue a leitura, avalie os questionamentos e prepare-se para chegar mais preparado no mercado de trabalho.

 

  1. Como saber se fiz a escolha certa?

 

Essa é uma das dúvidas sobre carreira mais comuns entre os jovens. Muitos deles chegam a determinada etapa da graduação sem ter certeza de ter feito a escolha certa. Isso é normal, não se preocupe. A primeira coisa a ser feita é conhecer as possibilidades de carreira dentro da sua profissão. Por exemplo, se você está cursando Administração, você pode trabalhar para uma empresa, abrir seu próprio negócio, optar por um concurso público, enfim, são inúmeras as possibilidades. Certifique-se de pesquisar o máximo sobre elas para fazer uma escolha certa. O próximo questionamento irá te ajudar nesse quesito.

 

  1. Como posso me informar mais sobre as carreiras?

 

Procure saber sobre a rotina de trabalho de cada carreira, qual o dia a dia/rotina  nessa carreira? O que necessário para alcançá-la? Quais são as perspectivas de crescimento nessa carreira? Converse com profissionais experientes daquele universo, se possível faça uma visita e veja por conta própria como é o dia a dia da carreira. Dessa forma você consegue visualizar na prática o que muitas vezes a teoria da faculdade não irá te apresentar.

 

  1. Como saber qual o meu perfil profissional?

 

Você pode contar com ajuda de um Teste de Carreira para definir qual o seu perfil profissional. Nesse teste será feita uma avaliação de motivação, para então descobrir em qual dos cinco possíveis perfis você tem maior aderência, são eles: empreendedor, organizacional, setor público, profissional liberal ou acadêmico. A partir deste perfil, é possível identificar quais são as competências comportamentais prioritárias para o mercado de trabalho e realizar uma avaliação para indicar em quais delas será necessária se desenvolver.

 

  1. Como as competências comportamentais podem ajudar na minha carreira?

 

As competências comportamentais são hoje essenciais para ter sucesso no mercado de trabalho. Ter um diploma hoje já não é mais um diferencial, é preciso ir além. E é então que se destacam os profissionais que possuem o que chamamos de Inteligência Emocional. Ou seja, que possuem competências comportamentais buscadas pelo mercado, como por exemplo, ter um bom relacionamento interpessoal, saber trabalhar em grupo, ter uma comunicação assertiva ser proativo, ter foco em resultado, dentre outras.

 

  1. Como posso utilizar a graduação a favor da carreira profissional?

 

As faculdades ainda não estão preparadas para ensinar aos alunos o desenvolvimento das competências comportamentais. Por isso, cabe aos jovens buscar esse desenvolvimento por conta própria. A melhor maneira de desenvolver essas competências é na prática, vivenciando situações onde elas são exigidas. Para isso, você pode garantir experiências extracurriculares, com estágios, participando de empresa júnior, de bolsas de pesquisa, com voluntariado, enfim busque se desafiar e vivenciar diversificadas experiências onde será possível ter uma visão mais ampla da sua profissão como um todo.

 

  1. Como lidar com as redes sociais como uma ferramenta auxiliar na construção da carreira?

 

Você pode e deve se aproveitar das redes sociais para construção da sua carreira. Afinal, elas são um canal onde você pode “vender seu peixe”, expor suas qualificações e desempenhos anteriores. Atualmente muitas empresas já utilizam redes sociais como o Linkedin, por exemplo para recrutar candidatos para seus processos seletivos. É também um excelente meio de criar networking com outros profissionais, trocar experiências e buscar novos conhecimentos para agregar no seu trabalho.

 

  1. O que devo colocar no currículo?

 

Para montar um currículo ideal é muito importante ter claro qual é o seu objetivo profissional. Certifique-se de ter claro o que você quer profissionalmente, assim como quais são os seus pontos fortes. Esses pontos devem estar claros para os recrutadores, pois empresas buscam profissionais que sabem o que quer. Conheça aqui o segredo por trás de um currículo ideal.

 

  1. Como me comportar em uma entrevista de emprego?

 

Essa é uma das etapas mais importantes da construção da carreira. É o momento onde você deve expor todas as suas qualidades e a maneira como você vai se sair é decisivo para garantir seu espaço no mercado de trabalho. Separamos algumas dicas que pode ajudá-lo:

 

  • Pesquise sobre a empresa antes da entrevista
  • Seja objetivo, não fuja do assunto e saiba onde quer chegar.
  • Pontue seus defeitos e, principalmente, como você lida com eles.
  • Não fale mal do seu último emprego.

 

Confira essas e demais dicas para mandar bem em uma entrevista de emprego nesse texto.

 

  1. Devo avaliar o mercado para direcionar minha carreira?

 

Você pode fazer uma avaliação do mercado antes de direcionar sua carreira. Porém esse não deve ser o seu único embasamento. Afinal, o mercado atualmente é muito dinâmico e uma área que têm sido lucrativa hoje amanhã pode não ser mais, e vice versa.

 

  1. Devo investir em língua estrangeira?

 

Definitivamente sim. Falar outra língua hoje é essencial para quem almeja grandes passos profissionalmente. O inglês é a mais indispensável delas, pois é a língua universal e mais exigida entre as grandes corporações. Caso queira investir em outro idioma além do inglês nossa dica é avaliar o perfil da empresa onde você trabalha ou almeja ingressar, veja se ela possui sede em outros países ou clientes internacionais e tome isso como base para investir no seu próximo idioma.

 

Você pode gostar também